Nada, nadar, natação

Piscina.

Olhava sempre, com aquele olhar de cobiça quando se deseja alguma coisa que não se pode ter. Ou não se tem coragem para ir buscar.

Mas dentro de mim, a vontade de nadar venceu o medo.

O medo, a vergonha, a falta de jeito, os micos, as engasgadas e as águas engolidas….

Vi uma senhora, que mais tarde conheci, a Margarida, pular na piscina do SESC Santos e, sair nadando. Não foi um pulo olímpico, nem suas braçadas, as de uma campeã, ao contrário, deu aquela barrigada e saiu nadando meio de lado, circulando a piscina, com um nado um tanto pitoresco.

Pensei, como eu, que devo ter a metade da idade dela, vou ficar aqui olhando, enquanto que aquela senhora pulou e saiu nadando, feliz, do jeito dela??  depois soube que ela tinha 86, enquanto que eu, tinha 47…

Dali, naquele minuto fui para a central de cursos. Mas, me inscrevi na hidroginástica….

Entrar para a turma da hidro de terças e quintas-feiras, com a professora Luciana Itapema, foi o primeiro passo. As aulas eram deliciosas. Para o alongamento final, a música que ela colocava para o relaxamento, era sempre  WHAT A WONDERFUL WORLD com o Louis Armstrong. Isso sim, era fechar a aula com chave de ouro!

Ficava ali, deitada, de olhos fechados, relaxada, ouvindo aquela música, era demais!

Até que um dia, falei para ela que queria aprender a nadar, mas não queria pagar micos… Ela me falou para ir às 7h00. E foi o que eu fiz, num dia de janeiro. De lá pra cá, só prazer.

Aprendi, é verdade. Mas passei por todos os vexames…. um dia conto…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s