Chorar ou não chorar, eis a questão….

O choro.

O Choro feminino, sempre entendido como um artifício quando não se tem mais argumento.

Ou, dissimulação, quando não se têm saída.

Ou defesa, quando se está acuada.

Ou o que estou há dias entregue entre ele e os afazeres, as obrigações, o divertimento.

Esse, aqui, da mágoa, da tristeza, do sentimento de que nada vale a pena, de que você, se quer sobreviver, tem que ser fdp igual a todo mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s