Alguns meses depois….

Os ditos populares, as frases que ouvimos desde criancinha às vezes nos parecem sem sentido.

Quando novos, achamos que tudo o que os mais velhos falam é bobagem, é démodé, não vai acontecer conosco.

Então, lá vai uma: “ledo engano”…..

Mas, assim como as frases que desconsideramos porque são avisos e elas podem se materializar, os ditos compensatórios, consoladores , também podem nos surpreender.

Lá vai outra:

“vai passar”…

e mais outra,

“dias melhores virão”…..

ou

“nada como um dia após o outro”,

e ainda esta: “até um pontapé de empurra pra frente!”

ou, as vingativas…rs

“deixa estar jacaré, a lagoa há de secar, os peixinhos vão morrer e tu hás de me pagar”….rs

pois é.

passei por eles este ano.

difícil,

mas, nada como um dia após o outro.

Plantei um pé de cá te espero…..rs

dias melhores, vieram.

o pontapé me mandou pra frente e pra cima!

e não me importo se a lagoa secar, nem me interessa de os peixinhos vão morrer e o melhor de tudo, não preciso que ninguém me pague…rs

Mas, quanto ao que diz “vai passar” esse é mais difícil porque envolve um sentido que não tenho bem desenvolvido: o esquecimento.

Não esqueci ainda. Mas, agora, não sinto mais falta.

O pé de cá te espero está florido e, portanto, dando frutos….

Estou a um passo da cura, portanto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s