Do susto no embarque às mordomias de viajar na classe executiva

Viajar envolve riscos.

Outra idioma, outra moeda, outros costumes.

Mas, e quando o embarque já é tumultuado? dose de adrenalina extra.

Sem entrar nos detalhes, nosso embarque foi bemmmmmmm corrido.

E entramos no último segundo do último minuto do segundo tempo.

Mas, nada que uma taça de champanhe de boas vindas não corrija, e, assim começamos bem a viagem.

Viajar na classe executiva causa dependência. Vicia.

Irremediavelmente.  Desde o atendimento,  o conforto, a comida, a atenção, até à necessaire, que é fofa….

A decolagem foi tranquila e eu ali, sentada confortavelmente na minha poltrona 6 C do voo da Tam, JJ 8062, direto de São Paulo para Milão.

O travesseiro e o edredom são macios, grandes e de cor clara.

Nem bem acendem os avisos de que podemos tirar os cintos, somos brindados com a possibilidade de escolher revistas de todos os tipos, juntamente com  o cardápio para as opções do jantar.

Duas entradas, pães variados, uma sopa, três opções para os  pratos principais e também três sobremesas. Vinho Espanhol ou Francês.

Água e sucos de frutas.

A poltrona é de um conforto inenarrável. Todas as posições possíveis, entre sentada à deitada. Esticando-me, na ponta dos pés ainda faltam uns 30 cm para alcançar a da frente.

A tela para assistir aos filmes, jogar, ver a aterrisagem, etc,  é de 14 polegadas, acho eu.

Esperando o jantar, selecionei este filme aqui para assistir: Promised Land com o Matt Damon. Muito bom.

Impecável o serviço. Comida saborosa, vinho delicioso. Não costumo comer doces como sobremesa, mas escolhi a torta por preferir experimentar um doce mais elaborado do que sorvete ou frutas.

Não somos chateados por ninguém deitando nos nossos ombros, nem pedindo licença para ir ao toilete.  Aliás, por falar neles, super limpos e, é claro, sem fila.

E também não chateamos nem deitamos, sem querer, em ombro desconhecido… Ainda porque, a distância é mantida por um console grande.

Duas taças de vinho e sono atrasado fazem uma boa combinação. Assisti o filme em duas etapas…

A aeromoça pergunta se queremos ser acordados para o café-da-manhã. Aceno que sim. Ela ainda trouxe suco e água.

Acordei antes de ser chamada e logo após ela já me trouxe um suco de laranja.

O café-da-manhã, super completo, com pratos quentes, pães, frios, frutas, iogurte, café, leite, geléia, enfim, muito bom.

A aterrisagem foi 10. Acompanhamos pelas câmeras instaladas fora do avião.

Aqui as primeiras fotos em Milão.

foto (37)

      foto (39)

Anúncios

2 comentários em “Do susto no embarque às mordomias de viajar na classe executiva

  1. Muitooo bom! Vim aqui me pronunciar que realmente é um caminho sem volta ir de executiva! Depois da minha experiencia vir agora para Miami na Economy class foi um pé no saco. Mas tive sorte e ninguém ao meu lado 😉

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s