Considerações – missa e posições do nosso corpo

POSIÇÕES DO CORPO
Os gestos são importantes na liturgia. Nosso corpo também “fala” através dos gestos e atitudes. Durante toda a celebração litúrgica nos gesticulamos, expressando um louvor visível não só a Deus, mas também a todos os homens.
Quando estamos sentados, ficamos em uma posição confortável que favorece a catequese, pois nos dá a satisfação de ouvir evitando o cansaço; também ajuda a meditar sobre a Palavra que está sendo recebida.
Quando ficamos de pé, demonstramos respeito e consideração, indicando prontidão e disposição para obedecer.
Quando nos ajoelhamos ou inclinamos durante a missa, declaramos a nossa adoração sincera a Deus todo-poderoso, indicando homenagem e, principalmente, total submissão a Ele e à sua vontade.
Ao juntarmos as mãos, mostramos confiança e fé em Deus. 

A Estrutura da Liturgia Eucarística
A estrutura fundamental que se conservou ao longo dos séculos até aos nossos dias, desdobra-se em dois grandes momentos que formam uma unidade básica:
 
1. A Liturgia da Palavra
 
2. A Liturgia Eucarística
Liturgia da Palavra e Liturgia Eucarística constituem juntas “um só e mesmo ato de culto”, com efeito, a mesa preparada para nós na Eucaristia é ao mesmo tempo a da Palavra de Deus e a do Corpo do Senhor. (CIC 1347)
Estrutura da Liturgia Eucarística – Completa

Ritos Iniciais
• Canto de Entrada
• Saudação
• Ato Penitencial
• (Kyrie, eleison – Senhor Tende piedade)
• Glória
• Oração (Coleta)
 
Liturgia da Palavra
• 1ª Leitura
• Salmo
• 2ª Leitura
• Evangelho
• Homilia
• Oração Universal (Profissão de Fé)
 
Liturgia Eucarística
• Preparação das Oferendas
• Lavabo
• Oração sobre as Oferendas
• Oração Eucarística
• Prefácio
• Epiclese
• Narrativa da Ceia
• Anamnese
• Oblação
• Intercessões
• Doxologia Final
• Comunhão
• Pai Nosso
• Rito da Paz
• Fração do Pão
• Procissão para a Comunhão
• Oração depois da Comunhão
 
 Ritos Finais
• Avisos
• Benção
• Despedida

TREND: TURBANTES

Paz genteeeee!!! Como o tempo está passando rápido! Meu Deus!!!! Hoje já é sexta feira, final de noite e essa semana foi tão corrida que eu nem percebi os dias voando. Mas hoje quero falar com você…

Fonte: TREND: TURBANTES

Atualização um pouco desatualizada….

O dia começou com o carro não pegando. Então, correndo risco de vida (exagero), entrei em casa e, protegida pela porta do nosso quarto, pedi pro Magno me levar à missa. Faltava só 15 minutos…. (6h45)

Ele foi me levar e também me buscar. Deixei Suely sem carona…. Mas, avisei em tempo e, ela me chamou para ir tomar café e, já me esperava no D. Domitila. (Pertinho dos fóruns)

Segundo minha colega e amiga, (seu comentário no facebook foi este) Eliane Prado…. “Coisa feia fazendo fusquinha Dra.Vera Helena Vianna Nascimento“…. 

O que não é verdade… só porque fico com invejinha a semana toda, ela não pode ficar afirmando que estava fazendo de propósito…

su e eu

E, depois de tomarmos café, fomos para a OAB/Santos, para assistir o III Workshop de Direito de Família – Planejamento Patrimonial Familiar e Sucessório.

Dras. Eliane e Delcirene também foram. Será que era fusquinha pra mim? 

Eliane e Del

O Direito, dinâmico como é, não nos deixa alternativa. Estudar sempre e sempre. E ainda assim, não ficar por dentro de tudo, em tempo. 

Em tempo de levar um susto, com prazos modificados, com conceitos ampliados, com definições não tão definidas assim….

Tirando o atraso do início, praxe nesses eventos…  (o que deveria ser modificado….) e o exagero também nos elogios e apresentações dos palestrantes e componentes da mesa, particularmente gostei muito dos temas e apresentações.

Como moderador, o Dr. DR NELSON SUSSUMU SHIKICIMA. A Dra. DRA. KATIA BOULOS não pôde comparecer –

Livro da Sabedoria- cap. 13 1-10 simples assim. 

(Sb 13,0-9) “SABEDORIA – Cap. 13
1.De fato, são vãs por natureza todas essas pessoas nas quais não há o conhecimento de Deus. Porquanto, partindo dos bens visíveis, não foram capazes de conhecer Aquele que é; nem tampouco, pela consideração das obras, chegaram a conhecer o Artífice. 2.Entretanto, tomaram por deuses, por governadores do mundo, o fogo ou o vento, ou o ar fugidio, o ciclo das estrelas, a água impetuosa, os luzeiros do dia. 3.Se, encantados por sua beleza, tomaram essas criaturas por deuses, reconheçam quanto o seu Dominador é maior do que elas: pois foi o Princípio e Autor da beleza quem as criou. 4.Se ficaram maravilhados com o poder e a energia dessas criaturas, concluam daí quanto mais poderoso é aquele que as fez. 5.De fato, partindo da grandeza e beleza das criaturas, pode-se chegar a ver, por analogia, o seu Criador. 6.Contudo, estes merecem menor repreensão: talvez se tenham extraviado procurando a Deus e querendo encontrá-lo. 7.Com efeito, vivendo entre as obras dele, põem-se a procurá-lo, mas se deixam levar pela aparência, pois são belas as coisas que se veem! 8.Mesmo assim, nem estes têm desculpa: 9.porque, se chegaram a tão vasta ciência Sb 13,9-10) “não encontraram mais facilmente o seu Senhor? 10.Infelizes, porém — e sua esperança está em coisas mortas! — os que chamaram deuses às obras das mãos humanas, ouro e prata, invenções da arte, figuras de animais, ou uma pedra sem valor, lavrada em tempos antigos”

Livro da Sabedoria

​Para reflexão

(Sb 7,21-23) “pois a Sabedoria, artífice de todas as coisas, mo ensinou. 22.Há nela um espírito inteligente, santo, único, múltiplo, sutil, móvel, perspicaz, imaculado, lúcido, invulnerável, amante do bem, penetrante, 23.incoercível, benfazejo, amigo dos homens, benigno, constante, certeiro, seguro, que tudo pode, que tudo ” (Sb 7,23-30) “supervisiona, que penetra todos os espíritos, os inteligentes, os puros, os mais sutis. 24.Pois a Sabedoria é mais ágil que qualquer movimento, e atravessa e penetra tudo por causa da sua pureza. 25.Ela é o sopro do poder de Deus, uma emanação pura da glória do Todo-Poderoso. Por isso, nada de impuro pode introduzir-se nela: 26.ela é reflexo da luz eterna, espelho sem mancha do poder de Deus e imagem da sua bondade. 27.Embora sendo uma só, tudo pode; permanecendo imutável, renova tudo; e comunicando-se às almas santas através das gerações, forma os amigos de Deus e os profetas. 28.Pois Deus ama tão somente aquele que convive com a Sabedoria. 29.De fato, ela é mais bela que o sol e supera todas as constelações. Comparada à luz, ela é mais brilhante: 30.pois à luz sucede a noite, ao passo que, contra a Sabedoria, o mal não prevalece”

Continuar lendo “Livro da Sabedoria”

Veja 17 atitudes inconvenientes comuns nos grupos de WhatsApp

Veja 17 atitudes inconvenientes comuns nos grupos de WhatsApp

Do UOL, em São Paulo

24/09/201506h00

Ouvir texto
0:00

Imprimir Comunicar erro

Ainda que o WhatsApp tenha se tornando uma ferramenta importante para unir famílias, amigos e até colegas de trabalho, o aplicativo muitas vezes é um grande inconveniente. Seja pelo excesso de mensagens, pelo recebimento de notificações em situações nada convencionais ou mesmo pelo consumo do plano de internet.

Problemas que poderiam ser evitados diante da mudança de comportamento dos usuários. Veja abaixo 17 atitudes inconvenientes comuns nos grupos de WhatsApp.

Chateações nos grupos de WhatsApp
  • Reprodução
    1. Mensagens em horários inconvenientes

    Não é nada agradável ser acordado pelo toque do WhatsApp, ainda mais quando se trata de uma mensagem sem qualquer importância. Evite mandar mensagens muito cedo ou muito tarde ao menos que seja algo importanteFoto: Reprodução

  • Reprodução
    2. Assuntos pessoais

    Como é chato ser espectador de discussões familiares, amorosas ou cobranças. Portanto, se o assunto não interessar ao menos um terço do grupo, opte por conversas individuaisFoto: Reprodução

  • Reprodução
    3. Charadas

    Ainda que seja uma forma de engajar e entreter as pessoas que participam do grupo, as charadas têm grande potencial de incômodo pelo aumento no número de notificações que provocaFoto: Reprodução

  • Reprodução
    4. Correntes

    As correntes seguem vivas no WhatsApp com conspirações, conteúdos religiosos e promessas para a realização de desejos–caso (é claro) você encaminhe essas mensagens aos seus amigos. Mas será que realmente funcionam?Foto: Reprodução

  • Reprodução
    5. Áudios em excesso

    As mensagens de voz se tornaram um grande atalho para as conversas, mas sempre há aquele usuário que usa e abusa do recurso. Não seria nada conveniente apertar o play e ser surpreendido por um áudio constrangedor em meio a uma multidão de pessoas, não é mesmo? Além disso, haja paciência e memória para a todo momento carregar o arquivo e encostar o aparelho no ouvido para escutá-loFoto: Reprodução

  • Reprodução
    6. Frases picadas

    Como enviar mensagens é gratuito, alguns usuários do WhatsApp não economizam nas interações e, ao invés de formular uma frase, enviam palavra por palavra. Pode parecer um detalhe bobo, mas a cada mensagem, o remetente recebe uma notificação, o que incomoda bastanteFoto: Reprodução

  • Reprodução
    7. Excesso de emojis

    O problema aqui não está nos emojis, que por sinal são bem legais e divertidos. Mas há algumas pessoas que acabam pendendo a mão e usando o recurso exageradamente. Às vezes, é até difícil identificar o que querem dizerFoto: Reprodução

  • Reprodução
    8. CAPS LOCK

    NÃO É MUITO AGRADÁVEL LER TEXTOS EM LETRA MAIÚSCULA. Evite usar o Caps Lock, ao menos que realmente queira enfatizar algo ou gritar com alguémFoto: Reprodução

  • Reprodução
    9. Cobrança de respostas

    Ainda que o WhatsApp dedure as pessoas que leram a sua mensagem, não é muito agradável ser cobrado por uma resposta. Nem sempre a pessoa que está online está disponível para te atenderFoto: Reprodução

  • Reprodução
    10. “Bom dia” e “boa noite”

    A chateação do “bom dia” e “boa noite” assombram diariamente os grupos do WhatsApp. Um sinal de educação? Até pode ser. Mas receber notificações a cada uma dessas menções não é nada agradávelFoto: Reprodução

  • Reprodução
    11. Boletim de tempo

    Sempre há um aprendiz de meteorologista nos grupos do WhatApp. Será que realmente esse tipo de informação é relevante para ser compartilhada?Foto: Reprodução

  • Reprodução
    12. Excessos de vídeos

    Haja plano de internet móvel para ver todos os vídeos enviados pelas pessoas que enviam esse tipo de conteúdo o dia todoFoto: Reprodução

  • Reprodução
    13. Efeito narcisista

    A moda das selfies invadiram os grupos do WhatsApp e se tornou uma grande vilã para o pacote de dados dos usuáriosFoto: Reprodução

  • Reprodução
    14. Diário de bordo

    Será que é realmente necessário compartilhar cada minuto do seu dia nos grupos em que participa? O bom senso é muito bem-vindo sempreFoto: Reprodução

  • Reprodução
    15. Discussões polêmicas

    Ainda que os grupos do WhatsApp seja um espaço aberto para se discutir qualquer tema, debates políticos, religiosos ou futebolísticos nunca acabam muito bem. Pelo bem estar de todos, o ideal é evitar entrar nesse tipo de discussão e aprender a respeitar a opinião do outroFoto: Reprodução

  • Reprodução
    16. Mensagens motivacionais

    Independente do seu estado de humor, há sempre aquele seu contato que manda mensagens motivacionais. As intenções podem ser boas, mas, dependendo do seu ânimo, pode ser o estopim para um bloqueio temporário no WhatsApp. Sem contar que essas mensagens geralmente são transmitidas por meio de fotos –que comprometem ainda mais o seu plano de internetFoto: Reprodução

  • Reprodução
    17. Convites inesperados

    Adicionar um amigo em um grupo sem avisá-lo pode não ser uma boa ideia. Você pode deixá-lo em uma posição constrangedora. Afinal, quem garante que ele realmente quer participar desse bate-papo?Foto: Reprodução

Não me peçam para não chorar.

Não sou uma chorona sem controle. Não sou carpideira. Não me descabelo à toa. Mas choro.

Escrever ou não? Escrever sobre a Fernanda Nascimento, que nos deixou há dois dias é uma decisão difícil. Mas, ela também desabafava e expunha sua vida, escrevendo. Com seu exemplo de luta, de guerreira que não se abateu até o último instante, não pode simplesmente desaparecer. Escrevo, então, para homenagear essa linda menina, para que meu ciclo, em relação à ela possa ser fechado, sem que me sinta em falta com ela.

Não sou uma chorona sem controle. Não sou carpideira. Não me descabelo à toa. Mas choro. Em casamentos, em missas, ouvindo algum discurso, uma música, cantando junto, ou só lembrando. Mas não sou uma chorona sem controle. Não sou carpideira. Não me descabelo à toa.

Choro de saudade, de tristeza, de lembrar, de reviver.

Choro, inclusive, até em velórios. Pouco. Muito pouco. Mais por constrangimento do que por falta de sentimento. Só não quero ouvir frases do tipo: Não chore. Choro. O choro é meu. Não sou uma chorona sem controle. Não sou carpideira. Não me descabelo à toa.

Não existe consolação, palavra de conforto, esperança, certeza do encontro com Deus, certeza que foi o melhor, ou sua missão terminou, que me impeçam de chorar. Não sou uma chorona sem controle. Não sou carpideira. Não me descabelo à toa.

Como poderia evitar o choro, sincero, de tristeza, saudade, de lamentar a morte de uma pessoa jovem? Não precisaria sequer, conhecê-la, para lamentar.

Mas conhecia. E amava. Assim como todos os que a conheciam. Ela é unanimidade.

nanda

https://www.facebook.com/fernanda.nascimento2?pnref=story

Quem se lembrará dela, se não for sorrindo, intensa, cheia de vida, tão ela mesma?

Certo também que uma pessoa assim só pode ser amada intensamente. Amigos, pais, marido, sogra, cunhados, irmã, sobrinhos, todos nós, aqui, nos sentindo um pouco sós. Cansados, tristes. Mas ainda assim, unidos em torno de uma vida que se foi, mas que todos nós consideramos um privilégio termos participado de sua convivência.

Fernanda quebrou ontem um pacto que tinha feito comigo. Reclamei sobre isso, inclusive com sua mãe. Tínhamos combinado que ela me daria banho na velhice, mesmo não sendo mais minha nora. Claro também, que ela já havia me contado que tinha providenciado uma banheira: bem larga e bem funda, dando uma grande gargalhada. Exatamente, não sei bem o que ela pretendia… Mas ela se foi e eu não poderei cobrar esse cuidado. Mas terei outros, com certeza, vindo em forma das boas lembranças e da saudade que insistirá em bater à minha porta e que eu vou deixar entrar e reviver, chorar, até que ela vá passando, vá se transformando. E assim passarão os dias. Os meus, os seus, os nossos. Um dia nos encontraremos, tenho certeza, assim como tenho certeza que reencontrarei todos os meus queridos que já partiram antes de mim. Ô gente apressada…

Não me peçam para não chorar.

Não me cobrem se me virem chorando.

Não sou uma chorona sem controle. Não sou carpideira. Não me descabelo à toa.

A vida continua. E somos obrigados a nos curvar diante do que não compreendemos. Também somos obrigados então, a entender que a vida passa rápido e que perdemos tempo com muita bobagem, com mágoas infantis, com desejos desnecessários, com vaidade exacerbada, com o acúmulo de riqueza material, com a falta de caridade, com brigas e disputas idiotas.

Faço então, um pacto novo com você Fernanda… De jamais me esquecer de seu sorriso, de sua alegria e de manter seu exemplo, como meta a ser alcançada, de não perder a esperança, muito menos a Fé em Deus.

Não sou uma chorona sem controle. Não sou carpideira. Não me descabelo à toa. Mas choro. O choro é meu.

Minhas orações por você, só mudarão de lado.

Fique com Deus. Paz e Bem. Até um dia.